Após 9 mortes, GDF contrata médicos por até R$ 20,8 mil

0
476

O governo do Distrito Federal vai contratar 112 pediatras e 26 neonatologistas em caráter temporário com salários de até R$ 20,8 mil. A medida será publicada no Diário Oficial do Distrito Federal desta quinta-feira (25). Segundo a Secretaria de Saúde, a maior parte deles será lotada na regional de Ceilândia, onde recentemente nove bebês morreram na UTI neonatal do hospital em menos de um mês.A maternidade do Hospital Regional de Ceilândia foi reaberta na última sexta-feira (19) depois de ter sido fechada no sábado anterior (13). A ala deixou de funcionar depois da morte do sétimo bebê em 18 dias. Em três semanas, nove recém-nascidos morreram. A Secretaria de Saúde do DF admitiu que três das mortes foram causadas por infecção pela bactériaSerratia.

Na última segunda-feira (22), dois bebês morreram na unidade. Os pais de um dos recém-nascidos prestaram queixa na delegacia de polícia, pois querem saber se ele morreu infectada pela bactéria Serratia. Por nota, a Saúde do DF informou que a morte foi causada por causa de complicações no estado de saúde do bebê.

“A possibilidade de a morte estar ligada à contaminação pela bactéria Serratia já está totalmente descartada por conta das condições clínicas da criança. A certidão de óbito traz patologias que podem ter contribuido para a morte”, informou a secretaria.A transmissão da bactéria ocorre principalmente por causa da falta de higiene nas mãos. Ela causa diminuição das plaquetas no sangue, que são responsáveis pela coagulação. Pacientes com baixa quantidade de plaquetas estão mais suscetíveis a anemias e hemorragias.