Após seis dias de greve, servidores do Detran voltam ao trabalho no DF

0
336

Após seis dias de greve, os servidores do Detran do Distrito Federal decidiram retornar ao trabalho em assembleia na manhã desta segunda-feira (10). Segundo o presidente do sindicato da categoria, Eider Marcos Almeida, não houve negociação com o governo no período, mas a expectativa é que as discussões sejam retomadas. Ele também negou que a decisão tivesse a ver com a determinação do Tribunal de Justiça, de que 50% dos agentes deveria voltar às atividades, sob pena de multa diária de R$ 20 mil.

“A gente resolveu recuar para poder implantar itens que já estavam acordados, em relação a nomeações e novos servidores”, afirmou Almeida. “Mas, se o governo não começar a executar, a gente vai chamar outra assembleia para avaliar se retoma a greve ou não”.

Os servidores cobravam o cumprimento de um acordo feito na última greve, em outubro de 2012. O acordo previa, entre outras coisas, a contratação de mais funcionários e treinamento dos servidores – eles alegam que não estão sendo treinados para atuar nas copas das Confederações e do Mundo. Também dizem que tiveram o auxílio-refeição cancelado.

A Secretaria de Administração Pública informou na época que só voltaria a negociar com a categoria após o fim da paralisação. De acordo com a secretaria, todos os servidores do Detran tiveram reajuste em 2012. A pasta também afirmou que houve aumento de 22% no auxílio-refeição, já pago neste mês.