Atraso na entrega de vacina adia campanha contra gripe

0
266

Um atraso na entrega de vacinas contra gripe adiou o início da campanha, previsto para esta terça-feira (22) em todo o país, no Distrito Federal. De acordo com a gerente de imunização da Secretaria de Saúde, Cristina Segatto, houve impasse entre o Ministério da Saúde e os fornecedores. A expectativa é de que o serviço comece a ser prestado na capital a partir de quarta.

“Hoje ainda estamos distribuindo as vacinas [aos postos de saúde]. Nós só as recebemos na quinta-feira à tarde”, disse.

A meta é imunizar 80% do público alvo – crianças que tenham entre 6 meses e 5 anos, gestantes, idosos, presidiários, pessoas com doenças crônicas, trabalhadores de saúde e indígenas. Para receber a dose, é necessário levar o cartão de vacinação ao posto de saúde.

No ano passado, o público infantil incluído na campanha tinha idade de seis meses a 2 anos — houve ampliação, portanto. Segundo o ministério, pessoas com doenças crônicas e “condições clínicas especiais” também devem se vacinar.

No DF, a expectativa é de que mais de 603 mil pessoas sejam atingidas pela medida. A vacina protege contra três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial da Saúde para este ano – A/H1N1, A/H3N2 e influenza B.

A transmissão dos vírus da gripe acontece por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas, como as da boca, olhos e nariz). O ideal é adotar cuidados simples, como lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar, evitar tocar o rosto e não compartilhar objetos de uso pessoal.

Fonte: G1