BlackBerry cogita abandonar mercado de smartphones

0
355

Dentro de dois anos os aparelhos móveis da BlackBerry podem sumir do mercado, caso a companhia continue tendo prejuízo com o setor. John Chen, que assumiu o cargo de CEO em novembro, concedeu entrevista à Bloomberg e à Reuters na qual afirmou que, se não é possível ganhar dinheiro com dispositivos, então a BlackBerry não precisa estar nesse mercado.

“Eu não tenho um plano para me livrar dos aparelhos, eu tenho um plano para não ser dependente dos aparelhos”, afirmou ele. “Tudo o que se precisa fazer é substituir a receita [que vem] dos aparelhos e esta empresa será muito diferente.”

Sem os hardwares, a companhia canadense pode se voltar inteiramente às áreas de segurança corporativa e de serviços, onde se esforça para fazer diferença com o aplicativo de mensagens BBM.

A mudança de rumos se tornou urgência interna, ainda mais depois que as tentativas de vender a BlackBerry falharam. Para se ter uma ideia, em março a companhia reportou prejuízo líquido trimestral de US$ 423 milhões e uma queda de 64% em sua receita.