Bravely Default dá Liberdade, mas Desliza nas Características Técnicas

0
268

Game da Square Enix apresenta mecanismos típicos do gênero de RPG e consegue dar ao jogador total interação com os elementos da narrativa.

Uma das empresas mais ativas na atualidade, a Square Enix marcou 2013 por reanimar franquias que já não empolgavam os jogadores há um bom tempo, publicando excelentes sucessores, como a continuação da série True crime (Sleeping dogs) ou a ressurreição de Lara Croft no novo Tomb raider. Agora, a casa de RPGs japoneses épicos em parceria com a Nintendo (responsável pela publicação na América do Norte) traz uma nova IP — a abreviação de Intellectual Property (propriedade intelectual) e é usado para se referir a uma franquia —, que consegue ser não só mais uma entre o mar de incontáveis jogos do mesmo estilo, mas cria característica que sustenta toda a experiência.

O mundo onde se passa a história é Luxendarc, uma terra equilibrada por quatro cristais elementais, responsáveis pela harmonia daquele universo. Cada um deles é guardado por uma protetora, que tem o trabalho de energizá-los com orações e assim manter a estabilidade do universo. Tudo muda quando uma sombra misteriosa se apodera de todos esses elementos: as águas do mar se tornam venenosas e uma cidade inteira é engolida por um buraco. Nessa trama, entram os primeiros personagens principais: Agnés Obligé e Tiz Arrior. A missão deles é, a partir de agora, reativar todas as outras pedras precisosas a fim de trazer de volta o equilíbrio.

Se você já jogou Final fantasy (FF), toda essa história que ocorre ao redor de cristais lhe é familiar. Na maior parte dos jogos da série, essas pedras são parte relevante do enredo e, em alguns títulos, até mesmo para a própria mecânica de jogo. Nesse quesito, Bravely default não se arrisca ao criar um universo próprio, o que, com o auxílio de excelentes mecanismos encontrados em RPGs, poderia resultar em uma obra ótima e completa.

FICHA

Distribuição: Nintendo
Desenvolvimento: Silicon Studio, Square Enix
Número de jogadores: 1 (single-player)
Plataforma: Nintendo 3DS
Preço: R$ 149,90
Não recomendado para menores de 10 anos

AVALIAÇÃO

Entretenimento: 2,5
Gráficos: 1,5
Sons: 2
Jogabilidade: 2,5
Total: 8,5