Caesb faz reparos em adutora que se rompeu na EPTG

0
295

Técnicos da Caesb continuaram na madrugada desta quinta-feira (6) os reparos na adutora que se rompeu e provocou a interdição de todas as pistas da EPTG no sentido Plano Piloto no início da noite de quinta. De acordo com a companhia, a expectativa é de que até 12h a situação esteja resolvida e o fornecimento de água seja normalizado. As causas do incidente ainda não foram identificadas.

O rompimento ocorreu na altura do viaduto próximo à pista do Jóquei. O vazamento durou uma hora e meia e interditou parcialmente a via, até às 20h30. O fornecimento de água precisou ser interrompido no Guará I e II, incluindo a Super Quadra Brasília e o Lúcio Costa.

O jato de água após a ruptura do cano atingiu mais de 15 metros de altura, segundo o Corpo de Bombeiros. A corporação enviou homens para  o local, a fim de prevenir eventuais acidentes.

Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), uma das faixas foi liberada pouco antes das 20h. No sentido Taguatinga, o trânsito não foi interrompido, mas havia congestionamento devido ao horário. Por volta das 20h, a fila de carros atingia mais de dez quilômetros, chegando ao SIA.

Com o acidente, a pista sob o viaduto ficou tomada pela água. Segundo o DER, não houve bloqueio no trecho. Não há previsão de normalização do trânsito.

Para fazer os reparos na adutora, a Caesb teve de interromper o abastecimento de água nas regiões do Guará I e II, Lúcio Costa e Setor Superquadra Brasília, perto do Casa Park. Não há previsão sobre normalização do sistema. A companhia orienta os moradores dessas áreas a economizar água durante o período em que o fornecimento estiver suspenso.