Câmara legislativa investiga gasto de deputado com locação de veículo

0
307

A Corregedoria da Câmara Legislativa doDistrito Federal abriu processo para investigar suspeitas de irregularidades na locação de uma caminhonete de luxo pelo presidente da Comissão de Ética da Casa, Doutor Michel (PEN). A empresa que aluga o veículo funciona em uma pizzaria. Desde 2011, o deputado gastou R$ 108 mil com o aluguel do veículo. Em 2012, ele pagou ainda o IPVA, o seguro e o licenciamento da caminhonete.

No local o endereço da locadora que está em notas fiscais, há uma pizzaria, aberta há sete meses. “Começou em fevereiro, dia 11. Desde então, funciona como pizzaria. Não tem nada a ver com locadora de veículos”, disse Eva Cristina, funcionária do estabelecimento.

O parlamentar informou que pagou os impostos do carro quando a lei distrital ainda permitia. Disse também que a empresa funciona na casa do dono e que vai pedir a ele a correção dos dados da nota fiscal. O dono da empresa não atendeu às ligações da reportagem.

“Se ele não fizer as coisas conforme manda a transparência, nós vamos entregar o carro dele e vamos locar em outra locadora, porque nós não temos interesse nenhum em mantermos nada errado aqui na Câmara. Transparência é o nosso trabalho. Nós trabalhamos em cima da transparência”, disse o deputado.

Somando salário, cota para contratar funcionários, auxílio-alimentação e verba para gastos de gabinete, como gasolina e aluguel de carros, cada um dos 24 deputados distritais recebe, por mês, R$ 157 mil.

A Corregedoria da Câmara tem 45 dias para analisar o processo, que depois será encaminhado para a Mesa Diretora e para a Comissão de Ética da Casa. Caso sejam constatadas irregularidades, o deputado pode até perder o mandato.

Para o especialista em administração pública José Mathias Pereira, o caso é grave. “Se os nossos representantes, que têm o papel de fiscalizar e de mostrar os caminhos adequados para a utilização adequada dos recursos, se comportam dessa forma, nós não temos mais nenhuma expectativa em cima dessa Câmara Legislativa”, disse.