Com novos médicos, DF quer retomar partos em Santa Maria em março

0
221

Centro obstétrico fechou em julho de 2015, por falta de neonatologistas. Reabertura da pediatria também é avaliada, informou secretário de Saúde.

Secretário Fábio Gondim falou sobre as alterações em torno do Estatuto do Educador. (Foto: De Jesus/O Estado)

O secretário de Saúde do DF, Fábio Gondim (Foto: De Jesus/O Estado)

Com a posse de novos profissionais, o secretário de Saúde do Distrito Federal, Fábio Gondim, diz pretender reabrir o centro obstétrico do Hospital Regional de Santa Maria até 16 de março. Os partos estão suspensos na unidade desde julho do ano passado, por falta de neonatologistas.

Gondim disse também avaliar a possibilidade de reabrir a pediatria da unidade e transferir a terapia intensiva neonatal do Gama para o local. “Estamos fazendo tudo isso para atender da gestante, seja de baixo ou alto risco, e a criança, ou seja, todo o ciclo”, declarou.

Nesta segunda, com o auditório do Museu Nacional sem luz e ar-condicionado, foram apresentados 1.131 médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, auxiliares em saúde e cirurgiões-dentistas que reforçarão a rede nas próximas semanas. De acordo com o governo, os profissionais serão lotados principalmente em UPAs e emergências de hospitais.

“A gente espera que isso melhore a qualidade do atendimento à população. Já são 2,2 mil funcionários contratados no nosso governo e, apesar de todas as dificuldades, estamos fazendo um esforço muito grande para melhorar a qualidade da saúde em Brasília”, disse o governador Rodrigo Rollemberg.