Combinações de alimentos podem fazer bem a saúde

0
539

Do arroz com feijão até alecrim na carne, confira algumas misturas que potencializam os benefícios dos alimentos no organismo,veja 5 combinações

São Paulo – Não é segredo para ninguém a importância de uma alimentação equilibrada e saudável, mas nem todos sabem que a mistura de algumas comidas pode ser ainda mais benéfica para o organismo. A essa interação deu-se o nome de “sinergia alimentar”.

Segundo a nutricionista Bruna Gonçalves, ela consiste nas “combinações certas de alimentos que podem maximizar os benefícios que o organismo obtém a partir deles. São nutrientes trabalhando de forma interativa, ampliando seus efeitos sobre a saúde”. A seguir, ela cita algumas parcerias positivas para o corpo. Confira.

Laranja com Feijão

A ideia de colocar rodelas de laranja no meio da feijoada não serve apenas para dar um gosto especial à comida. De acordo com a nutricionista, itens ricos em vitamina C melhoram a absorção do ferro de outras comidas e, se consumidos simultaneamente o efeito ganha força. Além da laranja, são exemplos de fontes da vitamina o limão, acerola, morango e tomate, enquanto os que têm ferro são carnes, vegetais verde-escuros, além dos feijões.

Brócolis com Tomate

Isolados, o brócolis e o tomate são boas alternativas para prevenir doenças como o câncer. Mas, quando combinada, a dupla ganha ainda mais poder nesse combate. Para aproveitar ainda mais a quantidade de substâncias benéficas do tomate (principalmente o licopeno), o melhor é comê-lo em forma de molho ou cozido com brócolis no vapor e, se possível, com um pouco de azeite. Outros vegetais que podem dar resultados semelhantes, por terem substâncias similares, são melancia e goiaba com outras brássicas, como couve-couve-flor e mostarda, que também são ricas em sulforafano.

Arroz com Feijão

Essa parceria típica dos cardápios brasileiros é perfeita para a saúde, de acordo com nutricionistas. Todo o sucesso da dupla se dá pelo fato de que esses alimentos são complementares, pois aquilo que um não fornece o outro proporciona. Enquanto o arroz apresenta mais metionina do que o feijão, este tem mais lisina do que o arroz.

Além disso, esses dois geram uma proteína que ajuda na reparação de tecidos do corpo, mantém estável o nível de glicose (o que diminui o risco de diabetes) e ainda auxilia na proteção contra as cáries.

Fontes de Vitaminas A, D, E e K com Azeite

As chamadas vitaminas lipossolúveis (A,D,E e K) dependem da presença de gorduras no organismo para serem absorvidas. Por isso, ingredientes como agrião, gema de ovo, espinafre e cenoura (ricos em vitamina A), gérmen de trigo, brócolis (com vitamina E), leite e peixes (D) e espinafre, repolho e couve (K) podem e devem ser ingeridos acompanhados de gorduras de boa qualidade, como azeite de oliva, óleos vegetais, castanhas ou abacate, segundo Bruna Gonçalves.

Carnes com Alecrim

Pesquisas recentes mostraram que o cozimento de carnes, principalmente a de boi, em altas temperaturas aumenta a formação de substâncias cancerígenas. Segundo a nutricionista Bruna, usar alecrim no preparo dessas carnes pode ajudar a reduzir a quantidade dessas toxinas devido a antioxidantes próprios da planta.