Empresas de ônibus são Inscritos na dívida ativa

0
346

As empresas de ônibus, que vão deixar de operar no novo sistema público de transporte do Distrito Federal, devem ao GDF, juntas, apenas por autuações de trânsito, mais de R$ 5 milhões. Somente em 2013 foram mais de 12,1 mil multas por diversas infrações de trânsito, entre elas excesso de velocidade e avanço de sinal vermelho. As empresas inadimplentes inscritas na dívida ativa estão privadas de assinar contratos com o governo, de participar de licitações em todo o país.

O dinheiro que deveria ser pago pelas empresas teria como destino o fundo financeiro, que é gerenciado pelo DFTrans, e tem como objetivo melhor a vida dos passageiros. “Pela primeira vez o governo inscreveu as empresas na dívida ativa. Esse dinheiro faz falta e as empresas devem ser obrigadas a pagar”, afirma o diretor-geral do DFTrans, Marco Antonio Campanella.

Segundo informações da Secretaria de Fazenda do DF, a dívida total das empresas de ônibus do DF, junto ao fisco, são até cem vezes maior que a estimada com infrações de trânsito.

As empresas inscritas na dívida ativa podem aproveitar o programa de recuperação de crédito do GDF, o RecuperaDF, para quitar suas contas com redução de juros de mora e de multa de 30 a 75%.