Falha elétrica para trem do metrô e passageiros caminham nos trilhos

0
258

Após a greve dos metroviários, que durou seis dias, um trem da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) apresentou falha elétrica quando deixava a estação Águas Claras, sentido Rodoviária do Plano Piloto. O incidente ocorreu na manhã desta quinta-feira (10/4), às 6h25. Alguns passageiros quebraram janelas e caminharam nos trilhos.

De acordo com a assessoria do Metrô-DF, o problema fez com o que trem parasse. Um reboque foi encaminhado ao local, mas só pôde ser ulilizado quando os passageiros saíram dos trilhos. Seguranças do Metrô, o Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados. O trem foi retirado às 7h45.

O Samu prestou atendimento a dois passageiros. Um deles, de 60 anos, ficou ferido ao pular de uma janela quebrada do trem. Ele foi atendido no local e não precisou ser levado ao hospital. Uma gestante de 30 anos passou mal com o tumulto e foi levada para o setor de obstetrícia do Hospital Regional de Taguatinga (HRT).

A greve do Metrô começou na sexta-feira (4/4) e prejudicou milhares de usuários. Até quarta-feira (9/4), apenas sete trens estavam em circulação; normalmente, em horários de pico são 24. Dez estações ficaram fechadas para embarque e os intervalos entre os trens chegou a 30 minutos.

Ontem, o sindicato que representa a categoria, SindMetrô-DF, decidiu supender a paralisação por pelo menos 48 horas durante uma reunião no Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10) entre grevistas e a companhia.

O Departamento de Estradas e Rodagem do DF (DER-DF) informou na manhã de hoje que as faixas exclusivas permanecerão liberadas nos dois sentidos, até que uma decisão definitiva sobre o fim da paralisação.

Fonte: Correio Web