Fiscalização no Trânsito

0
360

O Departamento de Estradas e Rodagens do Distrito Federal (DER-DF) aderiu ao movimento ‘Maio Amarelo’, campanha nacional de conscientização para redução de acidentes de trânsito. O objetivo do movimento é chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito.

Os agentes do DER-DF irão utilizar laços de cor amarela diariamente, por 30 dias. A primeira ação do movimento será realizada até dia 5 de maio e durante, este período, a fiscalização de trânsito e as campanhas educativas serão intensificadas em locais e horários estratégicos, de acordo com estatísticas de acidentes.

Agentes do DER-DF vão participar de uma campanha de doação de sangue no hemocentro de Brasília nos dias 12 e 13 de maio, e no dia 25 será realizada a Corrida pela Segurança no Trânsito. A competição será no Eixo Rodoviário Norte (Eixão), às 8h e o valor da inscrição será 3kg de alimento não perecível que será doado para a Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação, que atende vítimas de acidentes no trânsito.

Segundo o superintendente da Trânsito do DER-DF, Murilo de Melo, o grande objetivo da campanha é conscientizar a população para a prevenção. “Acidentes acontecem em razão do comportamento indevido do cidadão no trânsito: falta de manutenção no veículo, direção perigosa, falta de atenção, desrespeito às regras de trânsito. Este movimento serve para estimular a conscientização das pessoas”, afirmou.

Em janeiro deste ano, o Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) divulgou um balanço apontando uma redução no número de acidentes com vítimas fatais nas vias do DF. De janeiro a novembro de 2013, foram registrados 309 acidentes com morte contra 361 no mesmo período de 2012, uma redução de 14%. Nos dois primeiros meses de 2014, o número já era de 58 acidentes com vítimas fatais.

Na segunda-feira (28), uma mulher morreu após ter batido o carro no Jardim Botânico. De acordo com testemunhas, a motorista capotou o veículo após ter batido no muro de um viaduto próximo ao Píer 21, no Lago Sul (DF). No mesmo dia, o motociclista José Carlos de Sousa, de 39 anos, morreu após bater em um poste, na mesma região. A vítima morreu na hora.

Ontem (1º),  outro motociclista morreu após bater em um poste no Eixinho L, na altura da 211 Sul.

A população pode aderir ao movimento e ajudar a diminuir os altos índices de acidentes. Para isso, é só usar um laço amarelo na roupa, bolsa ou em qualquer local de maior visibilidade. Para fazer montagem de foto e divulgar nas redes sociais, basta entrar no site www.picbadges.com/badge/3607977, com hashtag #maioamarelo.

Fonte: Alô