GDF restaura escola com 51 anos sem reforma

0
549

Mais de 700 alunos voltam a estudar na unidade de ensino, renovada ao longo de um ano

Segunda escola mais antiga de Brasília, o Centro Educacional 1 do Cruzeiro recebe sua primeira reforma. Após 51 anos, o colégio passou por reestruturação geral das instalações. A entrega oficial foi feita na tarde desta quarta-feira (20), pelo governador Agnelo Queiroz, acompanhado da primeira-dama, Ilza Queiroz, e demais secretários de governo.

A reforma, orçada em R$ 4,114 milhões abrangeu todos os quase 5 mil metros quadrado do local. Além de melhorias nas 13 salas de aula, quadra de esporte, troca das instalações elétrica e hidráulica, os alunos e professores ganharam mobiliário novo, laboratórios de informática, física e química e uma sala multimídia. “É uma conquista merecida da comunidade. Essa escola será uma referência para o DF e demais reformas de instituições de ensino”, destacou o governador Agnelo Queiroz. O GDF já investiu mais de R$ 40 milhões na reestruturação do ensino no Distrito Federal.

A obra foi iniciada em dezembro de 2011 e durou apenas um ano. “Só quem vive a educação pode sentir a felicidade que sentimos neste momento”, ressaltou a professora e presidente da Associação dos Moradores da Quadra 12 do Cruzeiro Velho, Maria de Deus. Há 26 anos no centro de ensino, a educadora percebe a mudança de comportamento dos alunos. “Elevou a autoestima e o compromisso dos estudantes com o aprendizado”, complementa.

Aluna desde antes da reforma, a estudante do 9º ano Alane de Souza, 14 anos, lembra, sem saudades, do tempo em que havia buracos no chão e as paredes davam choques. “Era muito triste ver a principal escola do Cruzeiro naquele estado. A área que chamavam de verde, no pátio aberto da escola, era puro barro. Hoje sim, temos uma escola digna”, relata a garota.

Mais melhorias
 – Durante a cerimônia, o governador Agnelo Queiroz anunciou o andamento de mais 26 obras no Cruzeiro, além de outros projetos na área de Educação. “Abrimos o edital para construção de mais 56 creches integrais, totalizando 111. Também convocamos 1.688 professores para a rede pública de ensino. É a maior contratação que o GDF já fez de uma vez só”, comemorou Agnelo Queiroz.

Também estiveram presentes na cerimônia, os secretários de Educação, Denílson Bento; de Governo, Gustavo Ponce de Leon; da Criança, Rejane Pitanga; e de Esporte, Júlio César Ribeiro.