Integração: Reclamações de falhas no sistema cresce

0
324

Moradores de Samambaia estão enfrentando problemas com a integração no novo sistema de transporte público adotado pelo governo do Distrito Federal.

parte dos cartões de vale transporte e unitário, conhecido como “Cidadão”, estão cobrando as tarifas das viagens individualmente, ignorando a integração com o metrô e os demais ônibus do sistema. O DFTrans afirma que sua área técnica está apurando as reclamações.

A professora Raquel Araújo, 28 anos, conta que só percebeu que a integração não estava sendo feita ao se deparar com o fim do crédito de passagens ao tentar realizar o serviço. “Peguei um ônibus da empresa Urbi, em Samambaia Sul, na quadra 303, com destino à Taguatinga, para fazer a integração com o metrô. Ao chegar na estação, a catraca acusou que meu cartão de vale-transporte não tinha créditos suficiente. Foi aí que notei o problema”, relata.

O DFTrans se pronunciou sobre o caso e explicou que provavelmente o problema deve ter sido causado por falha nos validadores dos ônibus, o que impossibilitou o uso da integração.

O diretor-geral da autarquia, Marco Antônio Campanella, afirmou que as empresas foram notificadas para que realizem a atualização diária dos validadores dos ônibus. De acordo com ele, o problema já havia sido identificado anteriormente e que por isso o GDF estaria diminuindo o repasse de verba às empresas até que o problema fosse regularizado. “O problema também pode ter acontecido devido a falta de cadastramento das empresas no acidente, mas essa possibilidade é remota”, afirma.

Campanella afirma, ainda, que o DFTrans fará uma apuração minunciosa das reclamações para verificar se pode ter acontecido outras irregularidades com as empresas. “Se houver outros problemas, vamos notificar as empresas e aplicar sanções. Quem se sentir lesado pelo problema, pode procurar os postos de atendimento do DFTrans e realizar as reclamações, que elas serão apuradas”, conclui.