Justiça do DF julga homem acusado de matar padrasto por espancar mãe

0
298

Suspeito confessou crime e disse que tentava apartar briga entre casal.Padrasto espancava mulher no momento em que foi golpeado com faca.

Está marcado para esta segunda-feira (24), o julgamento pelo Tribunal do Júri de Ceilândia de um homem de 26 anos acusado de esfaquear e matar, em 2008, o padrasto que agrediu sua mãe.

De acordo com o acusado, ele chegava em casa quando encontrou o padrasto espancando a mãe.

Segundo o processo, a discussão entre o casal teria sido motivada pelo fato de a mulher ter encostado involuntariamente no prato de comida do companheiro. O homem, muito nervoso e embriagado, teria jogado comida no rosto da mulher e a agredido fisicamente.

O filho relatou que não conseguiu apartar a briga e por isso foi até a cozinha, pegou uma faca e golpeou duas vezes o padrasto.

O Ministério Público entende que “o réu agiu sob o domínio de violenta emoção, logo em seguida a injusta provocação da vítima”. Se o Conselho de Sentença decidir que se trata desse tipo de homicídio, chamado de privilegiado, a pena do suspeito pode diminuir.