lente de contato inteligente do Google é antiga para a Microsoft

0
347

O Google anunciou nesta semana seu projeto de lentes de contato inteligentes. A ideia, no entanto, não é nova. Outras empresas têm trabalhado com esse mesmo produto – incluindo a Microsoft Research, que apresentou um projeto semelhante em 2011. Uma das promessas da lente é garantir aos diabéticos uma nova forma de controlar a doença.

O acessório pretende ajudar a medir os níveis de glicose em lágrimas. O projeto, feito em colaboração com o antigo funcionário da Microsoft Babak Parvis, usa um chip de celular e um sensor de glicose minúsculos, incorporados entre duas camadas de material da lente .

A empresa informou que também está trabalhando na integração de pequenas luzes LED, que podem acender para indicar que os níveis de glicose passaram do valor ideal. Mas ainda há “muito trabalho” a ser feito para obter a tecnologia pronta para o uso diário, como explicou o engenheiro.

Algumas lentes de contato inteligentes já existem no mercado. Eles não medem a glicose, mas a Sensimed Triggerfish, por exemplo, usa um sensor para medir alterações no olho e personalizar o tratamento para pacientes com glaucoma. A tecnologia já está disponível na Europa desde 2010. Há também uma equipe da Universidade de Malmo, na Suécia, que tem desenvolvido uma lente semelhante à proposta pelo Google e que utiliza uma célula de combustível alimentada por lágrimas. Diversos projetos semelhantes vêm sendo executados em todo o mundo.