Má qualidade nas obras faz TCU reprovar prédios da UNB

0
281

O Tribunal de Contas da União (TCU) reprovou cinco obras realizadas nos últimos cinco anos em prédios da Universidade de Brasília (UnB) por apresentarem problemas como rachaduras em paredes e goteiras em salas de aula.

De acordo com o órgão, quatro das obras apresentam problemas de construção por falha de execução do projeto ou pelo uso de materiais de baixa qualidade.

O TCU determinou à UnB que produza um documento com todos os problemas existentes e exija os reparos da empresa contratada. A universidade deve apresentar uma resposta ao tribunal em até 60 dias.

O diretor de Planejamento da UnB, Alberto de Faria, disse que a universidade já tinha notificado diversas vezes as empresas construtoras sobre os problemas. Ele afirmou que vai acatar as determinações do TCU.

Auditoria da UnB no prédio do Instituto de Biologia, no Gama, mostra rachaduras nas paredes, no chão, perto das portas e escadas. “Se chove, às vezes tem goteira na sala, às vezes ficam poças nas salas”, diz a estudante Ana Beatriz Santos. O prédio também tem problemas de acessibilidade. Também há rachaduras e infiltrações na clínica odontológica e na farmácia universitária.

(foto:ilustrativa)