Nova greve de policiais federais dura 48 h

0
251

Policiais federais lotados em Brasília realizam nesta terça (25) e quarta-feira (26) uma nova mobilização para pedir aumento salarial, reestruturação de carreira e novo concurso.

De acordo com o Sindicato dos Policiais Federais no DF (Sindpol), 70% deles aderiram à greve. O grupo segue a pauta da paralisação nacional proposta pela categoria, prevista para ocorrer em todos os estados. No Distrito Federal, são 800 profissionais, divididos entre agentes, escrivães e papiloscopistas.

A manifestação ocorre ao lado do Ministério da Justiça. Por meio da assessoria, a Federação Nacional dos Policiais Federais disse acreditar que o congelamento dos salários nos últimos anos ocorre como punição às frequentes operações de combate à corrupção.

o Ministério da Justiça e a Polícia Federal disseram que não vão se pronunciar a respeito.

Apesar da paralisação de 48 horas, os policiais afirmam que o atendimento ao público não será afetado. A emissão de passaportes, por exemplo, segue ocorrendo normalmente. Apenas as investigações de longo prazo não serão realizadas nesta terça e quarta.

(Foto: Policiais Federais em protesto no último dia 11)