Operação retira favela, a mais antiga do Plano Piloto

0
267

Uma operação realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda (Sedest), com apoio da Administração de Brasília, na sexta-feira (27) e sábado (28), retirou a favela localizada na área próxima às garagens do Senado, que, há cerca de duas décadas, abrigava em torno de 100 famílias de catadores.

Com o passar do tempo a favela cresceu e se consolidou, gerando uma série de problemas para a região, como, por exemplo, impedindo que embaixadas construíssem na área.

O administrador de Brasília, Messias de Souza, que articulou com a Sedest uma forma de retirar a favela sem traumas para as famílias, disse que o sucesso da operação se deve ao trabalho de convencimento e às propostas de melhoria da qualidade de vida das famílias.

“Era uma favela consolidada e que causava problemas na região, inclusive de segurança, pois quem passava pelo local, em especial à noite, tinha medo. Mas são famílias de trabalhadores que ficaram marginalizadas sem maiores perspectivas. Assim, a Sedest fez um trabalho maravilhoso e nós apoiamos, fazendo com que a operação saísse segura e tranquila, sem traumas”, afirmou o administrador regional.

Messias de Souza adiantou que o local, limpo na manhã desta segunda-feira (30), poderá abrigar até uma praça, se for aprovado o projeto, que resgata a escala bucólica de Brasília.

A operação de limpeza contou com dezenas de servidores da Administração de Brasília e do SLU, com caminhões e tratores.