Pais e alunos pedem segurança em escola

0
308

Cerca de 500 alunos pais e professores do Centro de Ensino Fundamental 17, de Ceilândia, fizeram nesta terça-feira (18) passeata para pedir segurança na escola. O protesto,m que começou às 9h, durou uma hora e meia e causou lentidão no trânsito na região, segundo a polícia.

O líder comunitário Cleyson Pinheiro disse que a comunidade tem que lidar diariamente com a insegurança. Segundo ele, é comum alunos e pais serem abordados por ladrões na porta da escola.

“Já entramos em contato com o Batalhão Escolar, que informou que não tem efetivo para atender todas as escolas. Esse ato reivindica a segurança que não temos”, disse Pinheiro.

Segundo a Polícia Militar, a manifestação reuniu no total 500 pessoas, entre alunos e comunidade, e contou com o apoio de quatro policiais e duas viaturas.