PM: 189 Ocorrências canceladas por falta de viatura

0
261

A Polícia Militar do Distrito Federal deixou de atender entre novembro e dezembro do ano passado 189 chamados envolvendo ocorrências de trânsito como batidas entre veículos, atropelamentos, denúncias de embriaguez ao volante e direção perigosa em via pública. O número equivale a 21 casos de trânsito não atendidos por semana.

O motivo foi a falta de veículos disponíveis no momento das ocorrências.

Entre os 189 registros, 68 (35%) relatavam acidentes com vítimas em vias do DF. Outros 19 (10%), sobre acidentes envolvendo motociclistas. Nove casos se referiam denúncias de direção perigosa em via pública e outros oito sobre pessoas dirigindo com suspeita de embriaguez.

 A instituição respondeu que não irá se pronunciar “em função dos dados não serem oficiais da Secretaria de Segurança Pública”.

 Por intermédio desse sistema, a PM arquiva o conteúdo das chamadas feitas via 190. A justificativa para cada uma das 189 ocorrências de trânsito não atendidas foi inserida com letras maiúsculas no sistema: “CANCELADO POR FALTA DE VIATURA”.

Do total de ocorrências no período analisado em 2013, 31 (16,5%) envolviam casos em Taguatinga. Outras 30, nas Asas Sul e Norte e 18 em Ceilândia.

Em 2012, também entre novembro e dezembro, a PM deixou de atender, alegando falta de veículos, 140 ocorrências de trânsito. O número é 35% menor que verificado no mesmo período de 2013. Do total, 32 (23%) ocorrências foram sobre acidentes de trânsito com vítimas. Outras 14, sobre acidentes envolvendo motociclistas. Direção perigosa em via pública, 13.

Moradores das Asas Sul e Norte tiveram 34 (25%) denúncias encaminhadas ao 190 não atendidas por falta de viaturas entre novembro e dezembro de 2012. De Taguatinga, 16 (11%) chamadas e de Ceilândia, 12 (8,5%).