PMDF receberá kits antitumulto em até 60 dia

0
300

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) vai ganhar novos kits antitumulto, para proteger os policiais em protestos e distúrbios civis. O processo licitatório que prevê a compra de até 5 mil equipamentos foi finalizado em março pela corporação. A empresa vencedora deve entregar parte do material em  até 60 dias.

Os kits são formados por um exoesqueleto que cobre ombros, braços e pernas, além de capacetes, escudos com cassetetes e uma bolsa que transporta os equipamentos. Inicialmente, o efetivo que atua em Brasília seria o primeiro a recebê-los, pois a capital foi palco de várias manifestações em 2013.

“Já fizemos o pedido à empresa, que tem até 60 dias para entregar. A PM pode adquirir de um a 5 mil equipamentos em até um ano. Os policiais precisam estar preparados para fazer frente às manifestações, possíveis distúrbios, além de estarem dotados para a Copa”, afirmou o diretor de Logística e Finanças da PMDF, coronel Alexandre Corrêa.

Foram investidos cerca de R$ 3 milhões nos kits, cada um com valor médio de R$ 600. Segundo o coronel Corrêa, o pregão eletrônico realizado pela PMDF conseguiu reduzir em até 40% a estimativa de preço. “O Exército também comprou, e para eles saiu a uma média de R$ 900 cada um. O nosso é tão bom quanto o deles, e por um preço mais baixo”, avaliou o diretor.

A previsão da PMDF é que entre 2 mil a 3 mil kits sejam entregues em um primeiro momento, para equipar as equipes que trabalham diretamente na Esplanada dos Ministérios, o Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque), entre outros.

O preço estimado para cada equipamento foi escolhido com base em valores apresentados por empresas que atuam nesta área do mercado. Segundo o edital de licitação, o prazo de garantia mínima dos novos equipamentos contra defeitos de fabricação será de três meses.

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO KIT

 O conjunto antitumulto é utilizado pelo usuário para Operações de Controle de Distúrbios Civis e preservação da ordem pública, formado pelas seguintes partes descritas:

1. Proteção superior e ombros: composto por proteção de tórax frontal e dorsal, e proteção dos ombros;

– Para a proteção do tórax e costas devem ser utilizadas placas de policarbonato moldadas de forma anatômica, que proporcionam ao usuário maior conforto. Na face interna, deverá possuir revestimento em tecido 3D com propriedades de dispersão de suor e diminuição de temperatura corporal;

2. Proteção do braço, antebraço e cotovelos;

– Os protetores braço, cotovelo e antebraço devem possuir na sua face externa placas policarbonato ou polímero rígido de alta densidade moldadas de forma anatômica que serão fixadas através de rebites. Na face interna, deverá possuir revestimento de espuma de polietileno;

3. Protetor pélvico;

– A parte inferior do protetor de tronco deverá possuir uma extensão capaz de proteger a região pélvica, reforçada por policarbonato ou polímero de alta densidade, porém não prejudicando a agilidade das pernas. Ela deverá ser removível e ajustável de acordo com a necessidade de uso do operador;

4. Proteção de coxa, joelho, canelas, panturrilhas e peito do pé;

– O escudo exterior da coxa e seção do quadril será confeccionado em policarbonato ou polímero de alta densidade, recobrindo toda a parte externa com espuma polietileno para absorção de impactos. O protetor de joelho será articulado, o que permitirá ao usuário total mobilidade para andar, correr e dobrar as pernas. Os protetores de panturrilha e canela serão conectados entre si, enquanto os do peito do pé serão confeccionados com placas de policarbonato ou polímero de alta densidade;

5. Bolsa de transporte fabricada em poliéster;

– A bolsa de transporte deve possuir duas alças para carregamento dorsal, uma alça para carregamento com as mãos e uma alça lateral com a aplicação de gancho;

6. Capacete antitumulto;

– O capacete será branco ou preto, confeccionado em plástico ABS (acrilonitrila-butadieno-estireno) de alta resistência para a proteção da cabeça do usuário, apresentando projeções laterais destinadas a proteger orelhas e permitir o uso de fones de ouvido, abafadores e combinados de equipamentos de comunicação.