Sem gasômetro e raio X, direção fecha emergência do hospital da UnB

0
298

A direção do Hospital Universitário de Brasília decidiu fechar o pronto-socorro alegando que faltam equipamentos para prestar atendimento aos pacientes. De acordo com a coordenadora da emergência, Adriana Gerardi da Ponte, somente casos considerados graves serão atendidos.

Entre os equipamentos em falta, estão gasômetro – usado para medir os níveis de gás carbônico e oxigênio no sangue – e raio X, considerados equipamentos essenciais. Adriana disse que o gasômetro parou de funcionar na quinta. Já o raio X parou nesta segunda.

A direção do hospital informou que atende entre 100 e 150 pessoas por dia.

Fonte: G1