Suplente de Arolde, Carlos Portinho toma posse no Senado

0
137

Em discurso, ele fez uma homenagem a Arolde de Oliveira e disse que o senador entrou para “a eternidade na nossa história”

Nesta terça-feira (3), advogado Carlos Francisco Portinho, primeiro suplente de Arolde de Oliveira, assumiu o mandato no Senado. Em discurso, ele fez uma homenagem a Arolde (PSD-RJ), que morreu após complicações decorrentes da Covid-19, e disse que o senador entrou para “a eternidade na nossa história”.

A cerimônia começou com o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), anunciado o nome do novo senador.

– Declaro empossado, no mandato de senador da República, o nobre Carlos Francisco Portinho. Que a partir desse momento, passa a participar dos trabalhos da Casa adotando o nome parlamentar de Carlos Portinho – disse Alcolumbre.

Em discurso, Carlos Portinho falou sobre a posse e prestou homenagens ao senador Arolde de Oliveira.

– Fazendo referência ao Dia de Finados na data de ontem, dirijo-me inicialmente à todas as famílias brasileiras que vivem a dor dos 160 mil mortos pela Covid, as quais me solidarizo em especial pela vida de amigos próximos e à vida do senador Arolde de Oliveira, vitimado por esse vírus que assola o mundo (…) Eu, por minha vez, assumo hoje com profundo pesar. Quisera eu fosse de outra forma, mas Deus reserva a cada um de nós o seu destino. Como dizia o senador Arolde de Oliveira, “Deus quis, e quando Deus quer, quem impedirá?” – ressaltou.

Portinho falou então de seus desafios no Senado.

– Assusta me substituir Arolde de Oliveira, porque não se substitui a história. O senador Arolde se insere para sempre no rol dos grandes homens públicos deste país. Esteve na vanguarda das comunicações, contribuindo decisivamente para o avanço tecnológico do Brasil (…) Uma pessoa doce, mas convicta de suas posições. Defensor dos valores da família e da pátria (…) Entra Arolde de Oliveira para a eternidade na nossa história – destacou.

O agora senador também fez uma homenagem à família de Arolde de Oliveira e disse que irá representar o povo brasileiro.

– Pai de família, devoto de sua esposa e grande companheira Yvelise, sua filha Marina e netos, a quem rendo as minhas sinceras homenagens rogando pelo conforto divino – afirmou.

Carlos Portinho tem 47 anos de idade e já ocupou o cargo de subsecretário de Meio Ambiente do Estado do Rio de Janeiro em 2014. Ele também foi secretário municipal de Habitação do Rio em 2015 e trabalhou ainda na gestão do atual prefeito, Marcelo Crivella.