Tarifa de ônibus fica sem aumento até dezembro de 2014,diz Agnelo

0
304

As tarifas do transporte coletivo do Distrito Federal permanecerão sem reajuste até o final do ano que vem, afirmou nesta quarta-feira (19) o governador Agnelo Queiroz. “Vamos manter o preço atual. (…) Não terá aumento aqui no DF”. A tarifa custa, na maior parte das linhas, R$ 2.

No DF, uma licitação vai promover até o final do ano a renovação da frota de ônibus da capital. “Conseguimos fazer a licitação com esse preço. Ele será mantido. Quando tiver remuneração, será a remuneração dos permissionários do transporte. Então é remuneração técnica, não do aumento da passagem”, disse o governador.

A tarifa técnica é a diferença entre o valor cobrado do governo pela empresa de transporte e o que é pago pelo passageiro. Essa diferença é a parte subsidiada pelo governo. Assim, quando a tarifa técnica é de R$ 2,80, o passageiro paga R$ 2 pela passagem e o GDF repassa mais R$ 0,80 para a empresa.

Com a licitação, 3 mil novos ônibus estarão nas ruas até o final do ano. Cerca de 40% da nova frota deve estar em circulação já no início de julho, segundo o GDF. O Distrito Federal foi dividido em cinco regiões (bacias), que serão operadas por apenas uma empresa ou consórcio na área licitada.

O reajuste das tarifas de transporte em São Paulo deu origem à onda de manifestações em várias cidades do país. Depois do início dos protestos, sete capitais anunciaram redução nas passagens de ônibus – Cuiabá, João Pessoa, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife e Vitória.

Com exceção de Cuiabá e Porto Alegre, as outras cinco cidades já haviam aumentado o preço neste ano, mas acabaram voltando atrás.